terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Felipão muito triste, embolsou R$ 25 milhões pela saída do Chelsea.

Demitido do Chelsea na segunda-feira, o técnico Luiz Felipe Scolari, 60, vai receber uma indenização de 7,5 milhões de libras (cerca de R$ 25 milhões) pelo restante de seu contrato com a equipe inglesa (até 2010, com opção de renovação por mais uma temporada), segundo o jornal "The Guardian".

O brasileiro foi dispensado após ficar apenas oito meses à frente da equipe londrina, em que tinha uma salário anual de 6,25 milhões de libras (cerca de R$ 21 milhões), o que fazia dele o treinador mais bem pago do mundo, de acordo com o diário britânico.

Esta foi apenas a segunda vez em quase 30 anos de carreira que o técnico pentacampeão mundial foi mandado embora --a outra foi no CSA de Alagoas, ainda na década de 80.

À frente do time londrino, o treinador teve resultados modestos. Deixou o clube em quarto lugar no Inglês, em que não venceu nenhum clássico, e na fase de oitavas-de-final da Copa dos Campeões da Europa --o Chelsea enfrentará a Juventus.

O treinador mantinha relacionamento distante com o russo Roman Abramovich, dono do clube. Os dois tinham motivos de queixas contra o outro. O treinador brasileiro por não ter recebido reforços que pediu --especialmente Robinho.

Abramovich, que teve perdas com a crise financeira mundial, estava insatisfeito com a performance da equipe.

Além dos problemas com o russo, Scolari não foi capaz de unir o grupo do Chelsea, como fez, por exemplo, com a seleção de 2002, que ganhou a fama de 'família Scolari'. Ídolos do Chelsea, como o atacante Drogba, não gostavam dos métodos do brasileiro.

E a torcida do Chelsea também se cansou de Scolari. No último sábado, no empate contra o modesto Hull City, em casa, o brasileiro foi vaiado e viu faixas pedindo sua demissão.

fonte: Folha online

4 comentários:

Michelle disse...

O Felipão não foi bem no comando do Chelsea, mas gosto bastante dele, principalmente quando dirigiu a seleção de POrtugal. Só não gosto de lembrar que ele foi campeão pelo Grêmio em cima da Lusa..rss... Mas gostaria de ve-lo em algum clube nacional, embora acho que nenhum tem dinheiro para contratá-lo.
Abs

Walter Gíglio disse...

Concordo co você Michelle, mas me parece que o Felipão não quer voltar mais para o Brasil. Os cameonatos Europeus são mais organizados, pagam melhor, têm os principais jogadores e isso faz o Felipão não querer voltar, sem falar claro dos valores pagos.
Amanhã FelipÃao estará no Roma ou no Valência, Porto, Benfica...Tem a Champions League, a Copa da UEFA...
É muita coisa para fazer ele ficar lá.
Aqui temos os Andres Sanches, Marco Pollo Del Nero, Dualibs....

Anônimo disse...

Ouvi dizer que o sonho dele é treinar o São Paulo, visto que somos o mais europeu dos times do Brasil. Confere, Sr. Walter?

Walter Gíglio disse...

Prezado Sr. Anônimo, vulgo Edu. Não, ainda está longe do seu time ter um técnico como o Felipão, que passou pela seleçào Brasileira, Portuguesa, pelo Palmeiras, enfim, contenha-se com o Muricy.
abs.