sábado, 14 de março de 2009

Pérolas do futebol

"Chegarei de surpresa, dia 15, às duas da tarde, vôo 619 da VARIG..." Mengalvio (ex-meia do Santos, em telegrama mandado a família quando em excursão à Europa).

"No México que é bom. Lá a gente recebe semanalmente, de quinze em quinze dias..."
Ferreira (ex-ponta-esquerda do Santos)

"Fiz que fui, não fui, e acabei fondo!" Nunes (ex-atacante do Flamengo).

"Eu disconcordo com o que você disse."Vladimir (ex-meia do Corínthians em uma entrevista para a Rádio Record).

"Nem que eu tivesse dois pulmões eu alcançava essa bola." Bradock - amigo de Romário reclamando de um passe longo.

Dois truculentos zagueiros de nosso futebol foram aprimorar seus dotes físicos, em uma Academia de Artes Marciais, e travam este diálogo:
- Ih! Olha que maneiro...me amarro em tá-com-dor...
- Qui mané tá-com-dor, cê num vê qui é king-boqui?

fonte:Contos do futebol

Um comentário:

Francisco disse...

Teve também o Valdomiro, antigo ponta direita do Internacional e da Seleção, que após a convocação ficou valorixado e estava reformando sua casa.
O repórter perguntou sobre a reforma e se ele já tinha colocado os azulejos.
Valdomiro respondeu:
Que azulejo nada, é amarelejo mesmo.