sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

A política é uma merda

No dia 10 de fevereiro, Brasil e Itália farão um dos amistosos mais esperados dos últimos tempos, no Emirates Stadium, em Londres. Nove Copas do mundo em campo, as seleções têm tudo para dar um show, se não de bola, ao menos de audiência.

O evento movimentará 10 milhões de euros de faturamento e será transmitido para mais de 100 países. Estão sendo esperadas personalidades como Fabio Capello, Pelé, Rod Stewart, Robbie Williams, entre outros. Principalmente para o público brasileiro, que sempre reclamou da seleção enfrentar Gana, República Dominicana, entre outras tranqueiras em amistosos recentes, é uma chance de pelo menos tentar resgatar um pouco da aura da camisa canarinho.

Tudo bem legal, né? Sim, a não ser a mais recente pendenga entre governos e corpos diplomáticos brasileiro e italiano envolvendo o caso Battisti pode colocar tudo a perder.

Alguns idiotas enfiados em terno e gravata estão sugerindo que o amistoso seja cancelado devido à recente decisão do governo brasileiro de conceder asilo ao delinquente italiano. Outros, tão imbecis quanto os primeiros, sugerem que seja usada uma tarja prega na manga da camisa para 'homenagear as vítimas de Battisti'. Já um ministro italiano disse que vai boicotar o jogo, não irá assisti-lo. Realmente será uma tremenda perda para o mundo do futebol, o esporte nunca mais será o mesmo depois disso. Afe.

Ao contrário do meu amigo blogueiro, eu ODEIO política. Me informo porque não sou alienado e gosto de ter uma opinião formada sobre tudo. Mas política é um saco e político nenhum merece meu respeito. Nem vou discutir se o asilo é correto ou não, isso não é o objetivo desse blog. O que me deixa indignado é: o que um jogo de futebol tem a ver com política, com relações diplomáticas ou algo do tipo?

Nesse episódio, o goleiro italiano Buffon tem se destacado como uma voz racional e equilibrada, pois disse que a proposta para o luto na partida é 'exagerado'.

Seria bem legal se as pessoas deixassem as coisas em seus devidos lugares. Esses putos desses políticos já se intrometem demais na vida de todo mundo, agora vão querer se intrometer no futebol, só faltava essa.

Um comentário:

Walter disse...

Do amigo Blogueiro:
Vc se mostra bastante ligado à política com este post, aliás, belo post.
Gosto da política no sentido da palavra "polis" que é a discussão sobre a sociedade em que vivemos.
Os políticos, conhecidos também como imbecis, bandidos, corja, merdas, me enojam.
Quanto ao caso, concordo Edu, um bando de velhos engravatados que deveriam estar envergonhados com o que fizeram com o mundo na economia por justamente abrirem as pernas para o capital fácil e de especulaçào fazem essas vozes de repúdio a um ato político despejando a sua cólera no futebol.
É só gritarmos aqui:
VÃao à merda bando de imbecis!!!"