sábado, 29 de novembro de 2008

O surpreendente Hoffenheim


Você já ouviu falar do Hoffenheim?
Está na série A do Campeonato Alemão, em dois anos passou da quarta divisão para a elite do futebol Alemão.
Isso é emocionante não é? Um time, com sua sede em uma vila com aproximadamente 3.300 habitantes, chamada Hoffenheim, no município de Sinshein em Baden-Wurttemberg, sul da Alemanha.
Vindo lá de baixo e estreiando na primeira divisão do campeonato Alemão, se fosse só isso já seria uma linda história, só que o Hoffenheim é também a sensação do campeonato, lidera a competição na qual também brigam pelo título times como o Bayern de Munique, o Werder Bremen, o Schalke 04, Bayern Leverkusen e o Borussia Dortmund.
Hoje o Hoffenheim, o pequeno Hoffenheim goleou o Armínia Bielefeld por 3 x 0 e briga pelo título, está 3 pontos à frente do Bayern de Munique.
Como o Hoffenheim chegou tão longe? Dinheiro, claro.
O fundador da gigante de software Alemã SAP, Dietmar Hopp, colocou muito dinheiro no pequeno clube.

A relação do multimilionário Dietmar Hopp com o clube começou apenas em 1989, quando o Hoffenheim era um time amador que disputava a Kreisliga, espécie de oitava divisão do futebol da Alemanha. Na época, o empresário doou 10 mil marcos para que o clube pudesse comprar uniformes e bolas.
Mas foi só no segundo semestre de 2006 que Hopp resolveu investir pesado no Hoffenheim. Chamou o técnico Ralf Rangnick, que havia rompido com o Schalke, para treinar a equipe. Na mesma época vieram ainda Bernhard Peters, que assumiu as categorias de base, e o gerente Jochen Rathaus, que havia tido sucesso no Stuttgart. O trio profissionalizou o pequeno clube.
O plano inicial previa chegar à Primeira Divisão em cinco anos, mas o objetivo foi alcançado em apenas dois. "Uma coisa é ter dinheiro. Outra bem diferente é aplicá-lo corretamente", resumiu o técnico do Fürth, Bruno Labbadia. Hoje, Hopp é dono de 49% do Hoffenheim, o máximo permitido pela Liga Alemã de Futebol (DFL).
Agora a prioridade é a construção do novo estádio, o Rhein-Neckar-Arena, que custará 40 milhões de euros e terá lugar para 30 mil pessoas. A moderna arena deverá estar pronta no início de 2009. Com isso, as oito primeiras partidas do Hoffenheim na Primeira Divisão estão sendo jogadas no Estádio Carl Benz, em Mannheim.

O atual estádio, conhecido pelo nome do mecenas do clube, Dietmar Hopp, fica em Hoffenheim e tem capacidade para apenas 6.350 pessoas – pequeno demais para a Bundesliga.

Fora o estádio, não haverá grandes mudanças no clube. A atual filosofia de contratar jogadores jovens será mantida, assegura Hopp, de olho nos lucros que a revenda de craques pode trazer. E quanto às pretensões do clube para a Primeira Divisão, o milionário avisa: "Ninguém precisa ter medo de nós. Certamente vamos reforçar a equipe, mas nossos objetivos são modestos. Um lugar entre a sexta e a 15ª colocação me deixaria satisfeito".

Um comentário:

douglas g. disse...

Parabéns pessoal pelo blog!
Achei um blog inteligente e que nao trata sempre das mesmas coisas de sempre.
Voces sao jornalistas ou algo do genero?

Falou ai galera!